DuPont Promove Encontro de Líderes da Agricultura Brasileira nos Estados Unidos

O seleto grupo de 11 representantes de diversas associações de produtores conheceu as inovações que estão em andamento na companhia e debateu temas estratégicos de relevância para o agronegócio brasileiro.

São Paulo, 25 de julho de 2017 – De 17 a 21 de julho, a DuPont Brasil levou um seleto grupo de Líderes do Agronegócio Brasileiro, representando importantes entidades do setor para conhecer suas instalações nos Estados Unidos. Entre os visitantes, estiveram:

  • Marcos Rosa e Fabrício Rosa, da Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja Brasil);
  • Endrigo Dalcin e Wellington Andrade, da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Mato Grosso (Aprosoja MT);
  • José Américo Pierre Rodrigues e Claudio Manuel Silva, da Associação Brasileira de Sementes e Mudas (Abrasem);
  • Alysson Paolinelli, da Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho);
  • Eduardo Leão de Sousa, da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica)
  • Alexandre Schenkel, da Associação Matogrossense dos Produtores de Algodão (AMPA);
  • Luiz Cornacchioni, da Associação Brasileira do Agronegócio – ABAG;
  • João Henrique Hummel, do Instituto Pensar Agropecuária.

A viagem, idealizada por Augusto Moraes, Diretor de Relações Institucionais da DuPont, teve como principais objetivos apresentar novas tecnologias em estudo e debater, junto às maiores autoridades em agricultura da companhia, temas de grande relevância para o Agronegócio Brasileiro.

“Estabelecer um diálogo aberto e uma colaboração com estas entidades – que representam 90% da produção agrícola brasileira – é fundamental para entender as necessidades do setor e agir em parceria para superar os principais desafios ao sucesso da agricultura no País”, afirma Moraes.

Recepcionado na sede da DuPont Pioneer em Johnston, Iowa, por Jim Collins, Vice-Presidente Executivo da Divisão de Agricultura da DuPont, o grupo visitou laboratórios de tratamento de sementes, de extração e análise de DNA e casas de vegetação, além de conhecer mais sobre as novidades da companhia em qualidade de sementes e em agricultura digital.

“Qualquer futuro que nós imaginemos para a agricultura mundial tem o Brasil como peça central. Um mercado como o Brasil requer inovação traduzida em melhores produtos, e nós estamos comprometidos com isso”, afirma Collins.

Na sequência, a delegação foi a Washington, DC, onde se reuniu com o Adido Agrícola Luiz Caruso, com o Economista-Chefe do USDA, Dr. Robert Johansson, e com representantes de associações de produtores norte-americanas.

O roteiro incluiu ainda uma passagem pela fazenda experimental da DuPont em Chesapeake Farms, Maryland, onde foram abordados temas como os perigos envolvendo defensivos agrícolas ilegais e falsificados; e encerrou-se na matriz da empresa em Wilmington, Delaware, onde Krysta Harden, Vice-Presidente de Políticas Públicas e Sustentabilidade, reafirmou o compromisso da companhia com a agricultura do Brasil.

“O Brasil é um mercado muito importante para a DuPont. Queremos estar cada vez mais conectados à comunidade de produtores para, juntos, encontrar soluções para alimentar a crescente população global”, disse Harden.

Segundo Augusto Moraes, a viagem foi “apenas mais um passo na construção deste relacionamento que, esperamos, seja ainda muito frutífero para o agronegócio brasileiro”.

Sobre a DuPont

Desde 1802, a DuPont traz ao mundo o melhor da Ciência em forma de produtos, materiais e serviços inovadores. A companhia acredita que por meio da colaboração com clientes, governos, ONGs e líderes de opinião é possível encontrar soluções para os desafios globais, provendo alimentos saudáveis e suficientes para a população mundial, reduzindo a dependência de combustíveis fósseis e protegendo a vida e o meio ambiente. Acompanhe as atividades da empresa no Brasil pelo site www.dupont.com.br, Twitter @dupontbrasil ou You Tube (youtube.com/dupontdobrasil).