Cientistas Colaborando na Proteção e Produção de Alimentos

A hand gives a young child some green plant stalks.

A Colaboração Destrincha as Respostas que a Ciência Fornece

Ao redor do mundo, os cientistas da DuPont trabalham em conjunto com agricultores, empresas locais, governos, ONGs e outros parceiros que conhecem os “fatos reais” para encontrar respostas que vão aumentar a proteção e a produção de alimentos, reduzir o desperdício, combater doenças e fornecer nutrição àqueles que precisam.

Proteção Contra Pragas

A Tuta Absoluta, uma traça originária da América do Sul, invadiu a Bacia do Mar Mediterrâneo e colocou os tomates em risco, maior produto de exportação da Espanha. A DuPont Crop Protection reuniu seus cientistas, juntamente com especialistas em agricultura do Brasil, onde a traça tinha sido combatida com êxito, e autoridades públicas da Espanha para trabalharem juntos em uma solução para combater a praga e aumentar a proteção alimentar.

Proteção Contra a Subnutrição

A subnutrição grave ainda é uma questão endêmica em grande parte do mundo em desenvolvimento. A Danisco, empresa dinamarquesa de gêneros alimentícios que se tornou parte da DuPont em 2011, trabalhou com a filial indiana da Compact, fabricante norueguesa de alimentos terapêuticos e de emergência, para desenvolver o EeZeePaste, um produto estável e de baixa umidade que fornece um alto nível de energia e nutrientes essenciais para tratar crianças e adultos gravemente subnutridos.

Proteção Contra Patógenos

A DuPont Qualicon e o Serviço de Pesquisas Agrícolas do Departamento de Agricultura Americano trabalham em colaboração no desenvolvimento de um novo teste para detectar traços de difícil identificação de E. coli produtora de toxinas (STEC), que não é atualmente regulamentada, mas é uma preocupação crescente em doenças de origem alimentar nos Estados Unidos, Europa, Japão e departamentos de segurança alimentar mundiais.

Uma epidemia grave de ferrugem, doença do milho causada pelo fungo comum Puccinia Sorghi, arrasa a produção e a qualidade das colheitas. A DuPont Pioneer uniu-se ao Instituto de Genética da Argentina para estudar a variação genética do fungo. Ao obterem amostras de ferrugem de 10 a 25 locais em cada período de cultivo, a Pioneer e seus colegas argentinos identificarão genes resistentes à contaminação e desenvolverão um milho híbrido com resistência inata, maximizando a produção e a qualidade e aumentando a proteção alimentar.

Uma vez produzido o alimento, a embalagem é a primeira barreira contra a deterioração dos alimentos e consequente desperdício. A DuPont trabalha com especialistas em embalagem na Índia, África, China e Estados Unidos para desenvolver aplicações de resina para proteção alimentar que atendam às necessidades específicas do mercado, maximizando o frescor e a estabilidade dos alimentos, reduzindo o desperdício.

Saiba mais em: Segurança Alimentar da DuPont