Mitos e fatos sobre a barreira contra intempéries: Da vedação ao valor R

Três conceitos errados sobre o isolamento térmico

Vedação, isolamento e gerenciamento de água são prioridades para os profissionais da construção. Mas os mitos sobre esses três itens podem obstruir a criação de estruturas residenciais e comerciais mais duráveis, com eficiência energética e menos custos operacionais.

Neste artigo, os especialistas em ciência de edificação da DuPont  enfrentam três mitos comuns - e apresentam os fatos sobre o isolamento térmico a prestadores de serviços, construtores, consultores de isolamento e projetistas.

Mito 1: uma barreira contra intempéries pode tornar uma casa "muito rígida"

As normas e os padrões modernos de energia continuam a enfatizar a importância da eficiência energética.  Tendo isso em mente, uma regra prática constante determina: “faça construções firmes, ventile corretamente.”  Em resumo, a ventilação mecânica é o fator mais importante nas casas atuais construídas com recursos sofisticados de economia de energia.  A principal maneira de estabelecer o nível ideal de vedação é por meio do isolamento térmico.

Fato: o Tyvek® coloca os construtores no controle

As barreiras contra intempéries do DuPont™ Tyvek® e Sistemas Vedantes DuPont™ ajudam os construtores a controlar o fluxo de ar para obter eficiência energética e conforto. Na verdade, o teste de estanqueidade nas casas com acabamento com uma barreira resistente a água DuPont™ Tyvek® mostra as taxas de troca natural de ar por hora que estão dentro das diretrizes aceitáveis, conforme a Norma 62 da ASHRAE.

Mito 2: Uma barreira ao vapor é a melhor barreira contra água

Além da vedação, a prevenção contra a penetração de água é outra função importante do isolamento térmico.  Os profissionais da construção geralmente se concentram no controle da umidade com uma barreira contra vapor, mas em alguns casos, na verdade, as barreiras podem criar problemas de umidade.

Em primeiro lugar, uma barreira contra vapor controla a difusão do vapor de água, a menor fonte de umidade nas edificações.  Em segundo lugar, uma barreira contra vapor geralmente é necessária dentro do isolamento, e a chuva (a principal fonte de umidade acima do nível do solo) vem do lado externo.  Por fim, se a umidade conseguir penetrar no sistema da parede, através de um vazamento, um cano rompido ou exposição durante a construção, uma barreira contra vapor (especialmente se localizada no lado errado da parede) evitará a secagem. Isso pode criar condições ideais para mofo, deterioração e corrosão.

Fato: o Tyvek® ajuda as paredes a secarem mais rapidamente

A ciência de material exclusiva por trás do Tyvek® permite que ele seja impermeável à água e permeável ao vapor.  É um produto respirável, não perfurado, com poros microscópicos que deixa passar o vapor úmido.

Portanto, embora seja altamente eficaz na prevenção da penetração de água encanada, também é permeável, ou respirável, permitindo que toda a água que chegar até o sistema da parede saia na forma de vapor de água.  Essa capacidade de permitir a saída da umidade indesejada pode possibilitar que as paredes sequem mais rapidamente para proteger contra o dano interno causado pela água. Essa é uma camada adicional importante que as barreiras de proteção contra vapor podem oferecer.

Mito 3: o isolamento elimina a necessidade de uma barreira contra intempéries

A maximização do valor R do isolamento começa com uma compreensão clara de sua dinâmica de desempenho.  O valor R instalado do isolamento só é obtido quando o ar aprisionado dentro da cavidade da parede permanece seco e não apresentar movimento.  Ou seja, mesmo um vento relativamente brando de 8 km por hora pode reduzir até 40% do valor R instalado original do isolamento se penetrar em rachaduras, fendas e pequenas aberturas na estrutura.

A umidade pode reduzir o valor R do isolamento também. Independentemente da espessura, o isolamento da umidade retém menos de 40% de seu valor R efetivo**. Ao ajudar a proteger as paredes contra a penetração de água encanada e umidade transportada pelo ar, o Tyvek® também ajuda a proteger o isolamento dentro delas.

Fato: o Tyvek® pode ajudar a proteger o valor R 
As barreiras contra intempéries Tyvek® foram desenvolvidas para evitar a penetração de ar e água no sistema da parede.  Manter o isolamento da parede seco e livre de corrente de ar permite que o isolamento conserve completamente o valor R instalado.  Deixar o ar e a umidade do lado de fora ajuda a conservar o calor e o conforto do lado de dentro, onde ele deve estar, além de garantir que o isolamento realmente proporcione o valor R e a eficiência energética aprimorada pelos quais você pagou.