Permeabilidade ao vapor protege as paredes contra umidade, deterioração e mofo

TYV_Breathing_690X345

Uma barreira contra intempéries de primeira qualidade e alto desempenho apresenta quatro benefícios e funções essenciais: resistência ao ar, resistência à água, durabilidade durante a construção e o nível adequado de permeabilidade ao vapor.

A permeabilidade ao vapor provavelmente é a característica mais ignorada e menos compreendida das quatro. No entanto, ela causa o maior impacto sobre o desempenho de um sistema de paredes.

Por que a permeabilidade ao vapor é importante

Seja durante a instalação ou depois da colocação do revestimento, o interior das paredes fica úmido. Se ele não secar, o sistema de paredes ficará vulnerável aos danos da umidade e ao mofo.

É por isso que a permeabilidade ao vapor, ou "respirabilidade", é uma vantagem importante das barreiras contra intempéries DuPont™ Tyvek®. O Tyvek® apresenta o equilíbrio perfeito entre a resistência ao ar e à água e a permeabilidade ao vapor. Por isso, quando a água consegue se infiltrar em um sistema de parede, Tyvek® foi projetado para permitir que ela escape na forma de vapor de umidade.

Conceito de permeabilidade ao vapor

Muitas vezes chamada de respirabilidade, a permeabilidade ao vapor corresponde à capacidade de um material de permitir que o vapor de água passe por dele. Diferentemente da contenção de água, que se refere à água no estado líquido, a permeabilidade ao vapor corresponde à água no estado gasoso.

As normas de edificação atuais exigem que o nível mínimo de permeabilidade seja de cerca de 5 perms. Os cientistas da edificação da DuPont acreditam que esse limite é muito baixo para garantir um desempenho consistente e recomenda barreiras contra intempéries com permeabilidade ao vapor de moderada a alta, como o Tyvek®.

Cálculo de permeabilidade

O cálculo da taxa de transmissão de vapor da umidade (MVTR) é feito pelo protocolo de ensaio da ASTM E96. Esse ensaio indica a quantidade de umidade que pode passar por uma barreira em um período de 24 horas. 

Como essa quantidade é afetada pela pressão do vapor, é necessário fazer um ajuste da pressão de vapor em toda a amostra para determinar a permeância ao vapor de umidade (MVP).  A ASTM E96 é usada para conferir aos materiais um nível relativo que indica o grau de resistência de cada um ao permitir a passagem do vapor de umidade. 

Desempenho no mundo real

Em meados de 2002, a DuPont realizou um experimento em campo na Carolina do Norte durante uma das maiores estiagens da região em décadas. Dois tipos diferentes de acabamentos de edificação foram aplicados aleatoriamente à mesma estrutura de parede.  Um com uma permeabilidade ao vapor de 58 perms e outro com 6,7 perms. 

A parede foi revestida por 3 a 4 semanas e permaneceu no estágio de estrutural de construção durante esse período.  Após essas 3 ou 4 semanas, pode-se ver claramente o acúmulo de umidade e os níveis de umidade elevados em todos os locais nos quais se instalou um revestimento com baixa permeabilidade ao vapor.  Muitas áreas atingiram ou excederam os níveis de saturação para o revestimento, e o estresse causado pela umidade ficou evidente a olho nu. 

Contudo, nos lugares em que se instalou o revestimento de alta permeabilidade, demonstrou-se que ele permaneceu consistentemente limpo e seco, independentemente do local ou da orientação direcional.

Modelo de umidade

Para esclarecer melhor as observações feitas em laboratório e em campo, a DuPont criou um modelo de umidade, usando o modelo internacionalmente reconhecido WUFI Pro.  A DuPont conseguiu simular as condições de campo para avaliar a resposta do sistema de paredes à formação de um condensado semelhante ao orvalho. 

Os resultados mostraram que, em todos os climas, observou-se um conteúdo de umidade significativamente menor quando se usou um revestimento com permeabilidade de moderada a alta ao vapor.  Esses resultados são mais uma indicação de que a permeabilidade moderada a alta permite a secagem, enquanto que a baixa permeabilidade impede a secagem e aumenta a possibilidade de problemas relacionados à umidade.

O Tyvek® é exclusivo

As barreiras contra intempéries DuPont™ Tyvek® têm uma estrutura exclusiva, com milhares de poros extremamente pequenos que resistem à penetração da água e do ar, mas permitem que o vapor de água passe e saia da edificação.

Há mais de 30 anos, o conhecimento da ciência de materiais e edificação da DuPont apresenta inovações como as barreiras contra intempéries Tyvek® no mercado da construção.

Saiba mais sobre o ensaios de permeabilidade ao vapor e o desempenho do Tyvek®.

Boletim de ciência de edificação – A verdade sobre a permeabilidade do vapor