Soja na safra 2016/17

 

Inseticida na dessecação previne lagartas no ciclo inicial

Lannate® é ferramenta eficaz na implantação e no desenvolvimento da cultura, no plantio direto e no Manejo Integrado de Pragas, diz DuPont

 

São Paulo (SP) – No momento em que o agronegócio se prepara para a safra de grãos 2016/17, a DuPont do Brasil intensifica ações para mostrar resultados a campo do inseticida Lannate® aplicado na dessecação (pré-plantio) da soja. Segundo a DuPont, esse método contribui para uma boa implantação da lavoura e evita a presença de lagartas na fase inicial da cultura, entre outros benefícios.

 

“A aplicação de Lannate® na dessecação impede a presença de lagartas importantes como Spodoptera frugiperda, Falsa-medideira e Rosca”, destaca Ivan Jarussi, gerente de marketing da DuPont Proteção de Cultivos.

 

O executivo ressalta que o produto, comercializado com sucesso no Brasil há mais de 30 anos, conta com amplo espectro de controle, pode ser empregado do início ao fim do ciclo da soja e atua nas diferentes fases evolutivas das lagartas – ovos, larvas e adultas. “Trata-se de um produto reconhecido por seu efeito de choque, que age apenas 15 minutos depois de aplicado”, complementa Jarussi.

 

De acordo com o engenheiro agrônomo da DuPont, Lannate® também atua com alta eficiência quando aplicado na palha, no plantio direto e funciona como uma ferramenta estratégica no MIP – Manejo Integrado de Pragas, “pois preserva os inimigos naturais de lagartas e insetos que são controlados pela ação do produto”.

 

O gerente da DuPont destaca  ainda que Lannate® é um dos itens que formam o Programa Soja da companhia, juntamente aos inseticidas Dermacor®, Premio®, Avatar® e Benevia®, ao herbicida Classic® e ao fungicida Aproach® Prima, este específico para controle da ferrugem asiática.

As informações fornecidas neste site são apenas para referência. Consulte sempre a bula e o rótulo do produto para obter detalhes completos e instruções de uso e consulte sempre um engenheiro agrônomo.