Em aplicações industriais, os principais perigos térmicos contra os quais os trabalhadores precisam ser protegidos são o calor, a chama, o fogo, o calor de um arco elétrico e respingos de metais derretidos.

A DuPont desenvolveu dois métodos de teste que medem o nível de proteção térmica de um tecido (o Teste de proteção térmica) ou de um traje (o Teste DuPont™ Thermo-Man®).

O Teste de TPP (Thermal Protection Performance, Desempenho de proteção térmica) foi desenvolvido pela DuPont para a Europa na década de 70. Ele define condições realísticas de uma exposição a calor radiante e convectivo combinado. Uma amostra de tecido está sujeita a circunstâncias típicas de incêndios: uma combinação constante de 50% de calor radiante e 50% de calor convectivo, a uma fluxo de calor constante de 84 kW/m² (aproximadamente 2 cal/cm²/s).
Em seguida, o teste mede o tempo decorrido e a quantidade de energia térmica por área de superfície (valor de TPP) no qual a temperatura e a energia transferidas para a parte interna do tecido atingem um nível que provocaria uma queimadura de segundo grau no usuário do EPI (Equipamento de proteção individual).

Dividindo o valor de TPP (cal/cm²) pelo peso básico do tecido (em g/m²), o valor do Fator de Falha do Tecido ou FFF é obtido indicando o desempenho do isolante térmico do tecido. Quanto mais alto for o TPP e o FFF, mais alta será a proteção. O FFF permite uma comparação objetiva de materiais em uma base de igualdade, uma vez que leva em conta a proporção de proteção/peso. Esse teste não pode prever o desempenho térmico de um traje já que outros fatores, como design e ajuste dos trajes e dos acessórios, são importantes.

O Teste de TPP foi adotado pela ISO como um padrão de método de teste (ISO 17492) com um fluxo térmico de 80 kW/m².

O padrão NFPA 1971 dos EUA requer que o teste ISO 17492 seja realizado em uma exposição a fluxo térmico de 84 kW/m² modificada e aumentada.

Gráfico de TPP

Resultados do teste:

No teste, os tecidos de Nomex® foram comparados com tecidos de algodão e de várias misturas de algodão tratados com produtos químicos retardantes de chamas:

  • Os tecidos feitos de Nomex® protegem o usuário contra a incidência de queimaduras corporais.
  • Os tecidos feitos de Nomex® fornecem TPP consideravelmente mais alto.
  • Os tecidos feitos de Nomex® retêm seu desempenho de proteção mesmo depois de 200 lavagens.
  • Em uma base quilo a quilo, os tecidos feitos de Nomex® fornecem até duas vezes a eficiência térmica ou o valor de FFF em comparação com os tecidos de algodão e de mistura de algodão.
  • O EPI feito de Nomex® disponibiliza soluções confortáveis de menor peso enquanto mantém excelente proteção contra calor e chamas.

Exibir mídia