Os fatos por trás do desempenho de Nomex® quando exposto a calor intenso

Uma mesa redonda recente sobre EPI (equipamento de proteção individual), composta de especialistas reconhecidos, como bombeiros chefes, fabricantes e usuários de trajes, revelou a importância do tempo relacionado ao desempenho da proteção dos trajes no perigo mais temido, o flashover.

O tempo desempenha um papel crucial no ciclo de proteção do EPI e, portanto, é importante que os bombeiros considerem como seus trajes se comportam e interagem com o usuário durante e depois desses eventos para garantir a tomada do curso de ação correto e que estejam protegidos de maneira adequada.

É amplamente aceito que o risco de ser totalmente engolido por um flashover ou ignição explosiva durante a carreira de um bombeiro é mínima, mas independentemente desse fato, ainda se espera que os fabricantes de tecidos e trajes criem e fabriquem materiais e trajes que deem proteção a esse evento improvável.

No entanto, o resultado do desenvolvimento desses trajes de proteção tende a produzir roupas que introduzem outros problemas, como stress calórico, baixa respirabilidade e baixa resistência à abrasão levando a custos mais altos de reparo e deterioração estética mais rápida. George Farenden, ex-bombeiro e consultor da DuPont explica que um dos possibilitadores chave para garantir que esses dois problemas possam coexistir confortavelmente é a mistura certa de para-amida e meta-aramida na produção do tecido, que produz um material que protege, mesmo em condições extremas, mas também é confortável de usar e tenha longa duração. George adicionou “É importante lembrar que os tecidos e trajes podem, é claro, ser desenvolvidos para resistir às condições mais extremas, mas também é preciso lembrar que, independentemente da proteção, o bombeiro não pode ser esquecido, e que há um limite a o que o corpo humano pode resistir.“

No entanto, os desenvolvimentos técnicos dos últimos anos resultaram em tecidos, como o Hainsworth® TITAN, que contém uma mistura de Nomex® e Kevlar®, que irão não só proteger o bombeiro em caso de um potencial flashover ou ignição explosiva, mas fornecer respirabilidade e conforto diariamente. O conteúdo de Nomex® ou de meta-aramida do tecido fornece resistência ao calor e à chama. Pode haver algum mal-entendido sobre como a Nomex® desempenha em tecidos, e como é projetada para absorver o calor. Quando a Nomex® é carbonizada, ela está absorvendo calor, convertendo esse calor em uma barreira de carvão protetora, impedindo que o calor entre no traje e incendeie o corpo do bombeiro. Se uma barreira de carvão não for formada para onde vai o calor?

Fases do desempenho da vestimenta

Há três fases distintas no desempenho do traje, que ocorrem em um período de tempo relativamente curto, que são projetadas para proteger o bombeiro quando exposto a um flashover ou ignição explosiva. Na primeira fase - FLASHOVER - o traje é exposto e absorve calor significativo, potencialmente 800 a 1000 °c. Essa absorção faz com que as fibras Nomex® inchem e engrossem, ajudando a eliminar a transferência de calor condutivo e finalmente reduzir a transferência de calor para o corpo. O desempenho diferenciado das fibras Nomex® que reagem ao calor fornece segundos extras valiosos de proteção ao calor. Durante esse processo, a camada mais externa do tecido e o nível de proteção permanecem intactos e flexíveis permitindo que o bombeiro escape e se afaste da fonte de calor.

A coisa mais importante para o bombeiro exposto a um flashover, independentemente do material do qual o traje é feito, é sair da área para um local de segurança o mais rapidamente possível e remover o traje (o casaco e as calças). Durante essa segunda fase – ESCAPAR - a Nomex® permanece maleável e flexível até que esfrie, fornecendo segundos extras cruciais de proteção. Nessa fase o rompimento não ocorre. Mas todos os trajes de bombeiros, independentemente de sua elaboração, continuarão a manter o calor e, portanto, a remoção é essencial para evitar queimaduras que podem ser provocadas pela transferência gradual de calor condutivo.

Durante a última fase - RECUPERAÇÃO - o bombeiro remove o traje externo para que possa esfriar e se recuperar do incidente. De maneira semelhante, o traje continua a esfriar gradualmente e libera a quantidade restante, ainda significativa, de calor. Onde o calor foi absorvido pelas fibras Nomex®, o processo de resfriamento resulta na solidificação das fibras Nomex® e portanto, se forem subsequentemente flexionadas, poderão ser fraturadas ou deformadas, o que, às vezes, é conhecido como 'rompimento', um princípio semelhante ao de um carro moderno projetado para absorver o impacto e deformar. Por exemplo, um carro não é projetado para permanecer intacto e com uma aparência bonita depois de um acidente. Ele é projetado para absorver a energia e deformar, protegendo o motorista. Essa reação é muito semelhante a um traje feito com a DuPont™ Nomex®. Em certos casos, ele deformará ao esfriar depois de ter feito o trabalho de absorver a energia e proteger o bombeiro: em resumo, ele é projetado para proteger, não para ter uma aparência bonita depois de um flashover. A aparência de deformação é um sinal claro de que o calor foi absorvido e o traje desempenhou como o esperado. O mais importante é que essa característica só ocorre quando o traje está longe do calor intenso, e o tecido esfriou.

Na mesa redonda, a pergunta sobre se um traje que se deteriorou durante um flashover ou ignição explosiva real já foi visto foi colocada no painel. Foi concordado que essa característica nunca foi vista a não ser em testes com manequins.

Há muitas coisas a considerar ao comprar trajes compatíveis com a EN 469, como quais são os perigos mais importantes e prováveis que os bombeiros podem enfrentar e, portanto, quanta proteção é necessária em comparação com a importância do conforto, a proteção contra stress calórico, facilidade de movimentos e, naturalmente, no mundo de orçamentos restritos atuais, a durabilidade. A

Nomex® é uma fibra recomendada para trajes de bombeiros em todo o mundo, uma vez que foi projetada para proteção. A DuPont continua a conduzir pesquisa extensiva para desenvolver tecidos e trajes em conjunto com seus Parceiros da Nomex® que protegerão os bombeiros em suas várias necessidades para que possam fazer seu trabalho de maneira segura e confortável.

Hainsworth® é marca registrada da A W Hainsworth & Sons Ltd.